ARRENDAMENTO FÉRIAS de particular a particular O tempo de férias
IHA Arrendamento férias
531390

Aluguer para férias: Como reservar?

É o momento de reservar um local para as suas próximas férias. Saiba ser exigente, os proprietários vão interpretar esse facto como uma garantia de confiança e um incentivo para a sua busca de qualidade.

Quer pretenda alugar na praia, no campo ou na montanha, a procura de um local de aluguer para férias deve ser efectuada com antecedência. Há numerosas fórmulas de alojamento à sua espera:

Alugar um alojamento turístico?

É a forma mais habitual de aluguer entre particulares; é uma casa, um estúdio ou um apartamento disponível por um período geralmente inferior a 3 meses.

Alugar um alojamento de Encanto?

É um alojamento turístico que beneficia de um meio envolvente e/ou de um ambiente particular e procurado.

Alugar um alojamento de luxo?

É um alojamento turístico de qualidade superior beneficiando de uma situação e/ou de um nível de equipamento que justificam uma tarifa de aluguer superior

Alugar uma casa de campo?

É uma forma de aluguer original num ambiente rural que pode também propor-lhe actividades ligadas ao meio envolvente (passeios a cavalo, vida na quinta, visita dos castelos e jardins, gastronomia, curso de culinária da terra...) bem como uma mesa de hóspede, verdadeira descoberta humana e gastronómica!

Alugar um quarto de hóspede?

Também conhecida pelo nome inglês de «Bed & Breakfast», é um aluguer que ultrapassa muitas vezes o simples quarto com pequeno-almoço. O acolhimento pelos donos da casa embelezará a sua estadia, e muitas das vezes entra como hóspede e parte como amigo! A mesa torna-se o local ideal para a descoberta quer culinária quer humana!

1 - Aluguer para férias: instruções

Para evitar mal-entendidos, é preciso procurar seguindo algumas regras simples: saber interpretar os classificados, exigir uma descrição pormenorizada e, na medida do possível, pedir fotos do local a alugar. Estas são algumas das etapas prévias que deveriam garantir um aluguer sem problemas e férias maravilhosas.

Em vez de classificados a decifrar, prefira anúncios claros, pormenorizados e com fotografia.

Forçosamente escrita de forma atractiva, o anúncio pretende chamar a atenção. Em poucas palavras, o anúncio deve descrever o alojamento a alugar de forma concisa e atractiva.

Atrás das palavras... Assim, ao ler: « Aluga vivenda, 6 pessoas, todo o conforto, piscina, a 5 minutos da praia »:

A Internet permite-lhe descrever de forma pormenorizada um local de aluguer para férias e ilustrá-lo com numerosas fotos.

Não fique pelas informações dadas no anúncio e não hesite a escrever ou telefonar par obter mais informações. Graças às fotografias, tenha uma ideia mais objectiva do alojamento. Se um vídeo acompanhar o anúncio, poderá visualizá-lo e dar assim uma "volta pela casa". Consulte os testemunhos dos internautas e contacte-os se desejar.

2 - Descrição obrigatória do local:

Qualquer pessoa interessada no aluguer está no seu direito de pedir ao proprietário, sem qualquer compromisso, uma descrição do local que deve conter um certo número de elementos:

Deve-se indicar igualmente a distância dos locais (praia, pistas de esqui...) e comodidades (centro da cidade, comércios...) em relação à habitação.

As condições de aluguer (período de aluguer, preços, despesas correntes incluídas ou não...) devem ser confirmadas.

A Internet facilita a troca rápida de informações entre o veraneante e o proprietário.

3 - Os alojamentos com selo de qualidade e classificados

Os alojamentos com selo de qualidade oferecem, em princípio, uma garantia de qualidade reconhecida. No entanto, apesar de muitos particulares não desejarem aderir a esses certificados de qualidade, o alojamento que propõem terá um nível de qualidade semelhante. Atenção! Todos os selos de qualidade não são equivalentes e não oferecem todos eles o mesmo nível de selecção e de controlo (normas de conforto, controlos periódicos...).

4 - Modalidades de reserva de um aluguer para férias

Não há ou há poucos países que impõem a formalização de um acordo entre dois particulares, mas aconselhamos vivamente que seja redigido um contrato para evitar os perigos de uma simples troca de correspondência.

5 - Contrato de aluguer

Mesmo pela Internet, o contrato de aluguer deve ser o mais detalhado possível e assinado por ambas as partes de forma a provar sem equívoco os seus direitos no caso de surgir algum litígio. Nomeadamente, aconselhamos que indique:

6 - Montante do sinal e condições de anulação.

O montante e as modalidades de pagamento do sinal são estipulados livremente pelo locatário. No entanto, geralmente o sinal situa-se entre 25 a 33% do montante total do aluguer e não deve ser pedido mais do que seis meses antes da data efectiva de aluguer.

Estipule com o locador as condições de anulação e de reembolso do sinal entregue.

Ver igualmente :
Receba o melhor do nosso site por e-mail.
Registe-se na nossa newsletter